B i b l i o t e c a

Escola João Gonçalves Zarco - Matosinhos

fotos

A Bibliozarco (Biblioteca Escolar da Escola Secundária João Gonçalves Zarco) é uma estrutura que disponibiliza a toda a comunidade educativa da escola, em sistema de livre acesso, um conjunto diversificado de recursos e atividades de apoio ao processo de ensino/aprendizagem cumprindo objetivos curriculares e de suporte a atividades e projetos de âmbito extracurricular, bem como recursos informativos e de lazer de forma a responder a necessidades intelectuais e formativas dos membros da comunidade educativa.

um espaÇo ao serviÇo da comunidade escolar

O que pode fazer na bibliozarco
...

Consultar o fundo documental

Pode ser lido e consultado na Bibliozarco todo o fundo documental existente nas diversas zonas funcionais.

Requisitar fundo documental

Poderão ser requisitados, para empréstimo domiciliário, todo o fundo documental da Bibliozarco, com algumas exceções.

Estudar

A biblioteca é um um espaço priveligiado para o estudo individual ou em grupo.

Consultar jornais e revistas

Existe um conjunto diversificado de jornais e revistas que poderão ser consultados.

realizar atividades lúdico-pedagógicas

Pode usar o espaço da biblioteca para realizar outras atividades lúdicas, como jogar, ver filmes, ou simplesmente relaxar

Utilizar o computador

A biblioteca dispõe de um conjunto de computadores que poderão ser utilizados para diferentes finalidades dentro das regras definidas no regimento

Atividades e eventos

Veja aqui as últimas atividades e eventos na bibliozarco
...

janeiro 14, 2015

Exposição de 1916 de Amadeo de Souza Cardoso recriada no Soares dos Reis

O Museu Nacional de Soares dos Reis vai recriar a única exposição de Amadeo de Souza Cardoso no Porto, que decorreu em 1916, a ser inaugurada no dia 1 de novembro. “As obras que Amadeo decidiu expor estão hoje dispersas por diversas coleções públicas e privadas. Reuni-las, procurando refazer os gestos e as opções do malogrado pintor [que morreria, inesperadamente, em 1918, com 30 anos de idade] é, em primeiro lugar, uma homenagem”, indica a descrição da exposição, que seguirá depois para o Museu Nacional de Arte Contemporânea - Museu do Chiado, em Lisboa. Das 114 obras expostas no Porto há 100 anos, vão estar "aproximadamente 70% das obras identificadas a partir dos catálogos originais" na exposição que fica na cidade até 1 de janeiro de 2017 antes de abrir, em Lisboa, no dia 12 desse mês. Como recorda o comunicado da exposição, a mostra de novembro de 1916, no Jardim Passos Manuel, “atingiu, em 12 dias, um número impressionante de visitantes [30 000, relatou Amadeo ao crítico americano Walter Pach] e agitou a cidade", desencadeando, por vezes, reações agressivas e despertando a atenção da imprensa, enquanto, por outro lado, a exposição de dezembro de 1916, na Liga Naval Portuguesa, em Lisboa, “foi mais elitista e cativou, além da imprensa, o entusiasmo do grupo de ‘Orpheu’”. Foi neste contexto que Almada Negreiros escreveu, num manifesto de apoio à mostra de 1916, que “a Descoberta do Caminho Marítimo p'rá Índia é menos importante do que a Exposição de Amadeo de Souza Cardoso na Liga Naval de Lisboa”.

fevereiro 14, 2015

Prémio Camões de 2016 atribuído ao escritor brasileiro Raduan Nassar

O Prémio Camões de 2016 foi atribuído ao escritor brasileiro Raduan Nassar.Descendente de libaneses, nasceu em Pindorama, Estado de São Paulo, em 1935. Estudou Direito e Letras na Universidade de São Paulo, apesar de ali ter concluído a sua formação académica em Filosofia. É autor de uma obra de intervenção, promovendo uma consciência política e social contra o autoritarismo. Raduan Nassar estreou-se na literatura em 1975, com o romance Lavoura arcaica. Em 1978, foi publicada a novela Um copo de cólera, e em 1997 a coletânea de contos Menina a caminho. Com apenas três livros publicados, é considerado pela crítica como um grande escritor e comparado a nomes consagrados da literatura brasileira, graças à extraordinária qualidade da sua linguagem e da força poética da sua prosa.

março 14, 2017

Sabor A Mar - receitas elaboradas pelas escolas públicas do Concelho de Matosinhos

O Projeto Receitas de Matosinhos – Sabor a Mar nasceu no final do ano letivo de 2014/2015, na última reunião de professores bibliotecários do grupo de Bibliotecas Escolares de Matosinhos (BEM). Com a finalidade de envolver a comunidade educativa local, mobilizaram-se todas as escolas agrupadas e não agrupadas no sentido de recolherem e ilustrarem receitas de peixes e mariscos, bem como ervas aromáticas utilizadas na culinária. É de salientar que neste projeto participaram alunos de todos os ciclos e anos de escolaridade, do pré-escolar ao secundário.

março 16, 2017

9 de maio - Dia da Europa

O dia da Europa ou dia da União Europeia é uma data comemorativa celebrada anualmente na Europa (ou União Europeia) no dia 9 de maio. Esta data assinala o aniversário da histórica «Declaração Schuman». Num discurso proferido em Paris, em 1950, Robert Schuman, o então Ministro dos Negócios Estrangeiros francês, expôs a sua visão de uma nova forma de cooperação política na Europa, que tornaria impensável a eclosão de uma guerra entre países europeus. A sua visão passava pela criação de uma Comunidade do Carvão e do Aço Europeia, percursora da atual União Europeia. O Dia da Europa é juntamente com a bandeira, o hino (Hino à Alegria ou Ode à Alegria), a divisa (Unida Na Diversidade) e o euro um dos símbolos da identidade comum da União Europeia.

março 24, 2017

25 de abril - Dia da Liberdade

A Revolução de 25 de abril, também referida como Revolução dos Cravos, refere-se a um período da história de Portugal resultante de um movimento social, ocorrido a 25 de abril de 1974, que depôs o regime ditatorial do Estado Novo, vigente desde 1933, e iniciou um processo que viria a terminar com a implantação de um regime democrático e com a entrada em vigor da nova Constituição a 25 de abril de 1976. Na sequência destes eventos foi instituído em Portugal um feriado nacional no dia 25 de abril, denominado como "Dia da Liberdade".

abril 16, 2016

Dia Internacional da Terra - 22 de Abril

O Dia da Terra criado em 22 de Abril de 1970, tem como finalidade criar uma consciência comum aos problemas da contaminação, conservação da biodiversidade e outras preocupações ambientais para proteger a Terra. Em 2009 a ONU reconheceu a importância desta data e instituiu o Dia Internacional da Mãe Terra.

O AUTOR DO MÊS

Conheça a vida e a obra do autor selecionado este mês
...
Image

António Torrado
Nasceu a 21 de novembro de 1939, em Lisboa

Sobre o autor

Licenciou-se em Filosofia na Universidade de Coimbra

Jornalista, editor, professor, produtor principal e chefe do Departamento de Programas Infantis da RTP

Poeta, ficcionista, dramaturgo, autor de obras de pedagogia e autor de manuais escolares, começou a publicar aos 18 anos

É um contador de histórias, estando muitos dos seus livros e contos traduzidos em várias línguas

Possui uma bibliografia com mais de 120 títulos integrando textos de raiz popular e tradicional, poesia e contos onde sobressai a produção literária para crianças.

Prémios

Ao autor: 1988 - Grande Prémio Calouste Gulbenkian de Literatura para Crianças e Jovens

À obra: 1980/1984/1996/1998 - Prémio Calouste Gulbenkian de Literatura para Crianças

1986 - Prémio de Teatro Garrett, da Secretaria de Estado da Cultura

1983 - Prémio José Galena, da Sociedade Portuguesa de Autores

Materiais pedagógicos e links úteis

Materiais pedagógicos, links estatísticas e outros...
...

Fotos

seleção de imagens de espaços, atividades e eventos
...

Não hesite em contactar-nos

Contacte-nos para qualquer dúvida ou sugestão
...

Av. Villagarcia d´Arosa 4454-504 Matosinhos

geral@zarco.pt

+351 229396250

720

Total de alunos no último mês

30

Total de professores no último mês

130

Utilizadores de computador no último mês

50

Requisições no último mês